CRIANÇAS: “Há de se cuidar do broto, pra que a vida nos dê flor e fruto”.
25/09/2012 15:02:49

Crianças são como flores, precisam de cuidados contínuos, pois estão expostas a todo tipo de intempéries e estas variações de tempo e temperatura podem interferir em seu crescimento saudável.




O BROTO - O broto guarda um segredo em si: O potencial de uma árvore, de uma flor, de uma planta enfim. Para que se torne algo expressivo, precisa ser regado. A periodicidade do cuidado depende do tipo do broto, mas não podemos deixar de dar-lhe assistência, uma vez que sem a água, sem a sombra, ele pode morrer e com ele a promessa de uma árvore, de uma flor, de um fruto. Com o bebê não é diferente.
Não há nada mais frágil que um bebê. Ao abraçarmos seu corpinho sentimos vida e calor. Ouvimos a respiração, sentimos o olhar sobre nós, apertamos as mãozinhas e nos deliciamos com o som do riso. O bebê depende totalmente de quem cuida dele. Logo cedo, sabe aprontar o maior berreiro para pedir comida e o choro é uma forma eficaz de comunicação. Aquele pequeno ser tem o poder de mudar nossa maneira de ver e perceber o mundo ao nosso redor. Preocupamo-nos com suas necessidades e vontades. “Adivinhamos” seus desejos e tentamos satisfazê-los. Um mundo inteiro em um corpinho de criança. É preciso estar presente para que o desenvolvimento aconteça, para que a promessa contida na vida de uma criança se concretize.
A PLANTA - Saindo da terra ou de um vaso, as folhas verdes e tenras mostram a sua cara ao mundo. Tão bonitas! Ainda precisam de cuidado: água, sombra, calor, claridade.
A criança na primeira infância está sujeita a todo tipo de influência: amigos, televisão, adultos... Quando a colocamos em uma escolinha ou em uma creche ela recebe ainda mais influências externas, algumas boas, outras nem tanto, por isso, nesta fase da vida, ela precisa de uma assistência maior. A fala está se desenvolvendo e também seus principais conceitos e valores. Esta é uma fase preciosa! Uma fase onde a presença dos pais é essencial, pois são eles que cuidarão de suas necessidades tais como segurança, alimentação e, sobretudo, amor. A criança ergue os olhos para o mundo e vê à sua frente possibilidades enormes e assustadoras! É nessa hora que devemos segurar com força sua mão e transmitir-lhe carinho e apoio. Cuidada com zelo a criança florescerá.
A FLOR - Há milhões e milhões de flores. De todas as cores e tipos elas embelezam nossa vida e acompanham-nos na morte. Mas, elas são tão efêmeras, que é uma maneira bonita de dizer que elas são passageiras. O que podemos fazer? Admirá-las enquanto existem.
A criança vê o mundo como se usasse óculos coloridos em seus olhos. A cor que o mundo infantil tem depende de nós, adultos. Infelizmente, há muitas crianças vendo o mundo com óculos escuros, pois sua vida é dura, cheia de agressões físicas e verbais. As estatísticas são alarmantes! A violência contra a criança cresceu e os maiores agressores são aqueles de quem elas deveriam esperar amor e cuidado. Em plena infância a criança precisa de educação, disciplina, rotina, mas acima de tudo, precisa de amor. A educação não é apenas a que é adquirida na escola, mas educação para a vida, transmitida por meio de exemplos. Que o modelo seja bom. Que a criança aprenda respeito, solidariedade, compaixão, cuidado, higiene e limpeza, conservação do ambiente por meio de nossas atitudes. Mesmo que elas não saibam o significado das palavras, podem aprender imitando o nosso exemplo.
Há milhões e milhões de crianças. Todas diferentes, cada uma única, especial. Cada uma amada por Deus. Como as flores, elas são lindas e frágeis e precisam que as tomemos nas mãos e as protegemos.
O FRUTO - Provavelmente, o fruto seja a segunda parte mais apreciada da planta. O fruto é delicioso e mais que isso, é alimento, é nutrição. O fruto traz em si um segredo, uma promessa que é a semente e é através da semente que a vida se renova, o futuro se faz presente e o ciclo recomeça. Criança é como o fruto. Cada uma delas alimenta a nossa esperança de continuidade. Nutre nossa convicção de que a família é mesmo uma grande ideia de Deus. Criança é futuro, é promessa, é certeza de que haverá recomeço.
Amo folhagens. Gosto de vê-las verdes, brilhantes, com presença, mas amo orquídeas e outras flores raras. Gosto de vê-las viçosas, enfeitando os ambientes. Recentemente descobri os abacaxis para decoração. Uma inflorescência em miniatura. Charmosos, exóticos e duráveis, mas que com o passar do tempo, mesmo com meus cuidados excessivos murcham e se vão...
Amo árvores: A resistência da casca e do tronco, a beleza das folhas, das flores e frutos. Amo crianças e elas são como flores, precisam de cuidados contínuos, pois estão expostas a todo tipo de intempéries e estas variações de tempo e temperatura podem interferir em seu crescimento saudável. “Há de se cuidar do broto, pra que a vida nos dê flor e fruto”. Precisamos amar e proteger nossas crianças. Este é o nosso papel. Não basta colocar no mundo. É preciso cuidado. “Delas é o Reino dos Céus”.
Priscila R. Aguiar Laranjeira