PÁSCOA – RESSURRETO!!
27/02/2013 14:48:44


O que vem à sua mente quando ouve a palavra Páscoa? O!Coelhos coloridos? Ovos de chocolate? Um prato de bacalhoada? Um peixe ricamente assado e uma mesa lindamente posta?
À minha mente vem imediatamente a imagem de JESUS, como foi retratado no filme de Mel Gibson – A paixão de Cristo. Vem à mente a imagem de Jesus pregado na cruz, ensaguentado e sofrendo, mas imediatamente esta imagem é substituída pela imagem das mulheres chorando, desconsoladas porque seu Salvador estava morto. Identifico-me com aquelas mulheres e com os discípulos. Naquele momento, apesar de todos os esclarecimentos dados pelo Mestre, eles viram a sua esperança morrer. Viram o homem em quem eles depositavam seus sonhos e seus maiores anseios dar um grito e em seguida o último suspiro. Jesus morreu.
Um homem inocente foi julgado culpado por uma turba enraivecida, carregou uma cruz pesada por vários quilômetros, foi pregado nessa mesma cruz, com grandes, longos e afiados cravos, teve uma coroa de espinhos cravada em sua fronte, teve seus lábios umedecidos com vinagre, teve seu lado rasgado por uma lança e... morreu.
O preço estava pago. Mas que preço e por quê? Quando o homem e a mulher pecaram no Jardim do Éden trouxeram sobre a humanidade o fardo do pecado. Trouxeram a terrível separação do homem do seu Criador. Era preciso religar o homem a Deus e o preço para o restabelecimento desta ligação foi pago por Jesus na cruz do Calvário. Um alto preço. Mas a morte não venceu o Resgatador.
Passados três longos dias após a agonia da crucificação, as mulheres foram ao túmulo perfumar o corpo de Jesus e tiveram uma grande surpresa: o túmulo estava vazio: “Por que procuram entre os mortos aquele que está vivo”? A voz e a pergunta do anjo ressoam até hoje. Não devemos procurar um Jesus morto, pregado em uma cruz ou guardado em um sepulcro. Devemos procurar Jesus vivo. Jesus ressurreto.
Páscoa é ressurreição. É celebração da alegria da vida de Jesus em nós. Páscoa é a certeza de que o homem e a mulher podem novamente se achegar a Deus, porque Jesus nos proporciona esta oportunidade. Páscoa é o amor de Deus, revelado na pessoa maravilhosa de Jesus Cristo.
E como disse William P. Young em seu excelente “A Cabana”:
- Você é apaixonado por Jesus, não é Papai? E Deus, sorrindo responde:
- Claro que sim. Naturalmente que sim. Você precisa entender que tudo começa e termina em Jesus.
É isso mesmo: tudo começa (no princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus) e termina em Jesus, a nossa Páscoa.
Priscila R. Aguiar Laranjeira